28 de out de 2008

BikepédiA

se acham que falamos por códigos, nada como consultar a grande:
Drogado: biker que se levanta ás 5h da manhã de propósito para ir tomar não sei o que...
-
Latex-Man: biker que anda sempre com o impermeável vestido... de Verão e de Inverno "è para queimar!!"
-
Canhoto: desapertar... é para a esquerda ou para a direit... ooops!
-
Cognome do Rei das meias maratonas: Luis Carlos
-
Coiote: biker que atalha 15km, não pica em nenhum ponto de controlo e mesmo assim acaba em 2º... dah!
-
Rato: biker que desmonta para subir o passeio...
-
PÍM-cainha: campaínha
-
Religioso devoto: biker que desce as escadas aos trambolhões (promessa!!??)
-
Circense: biker que tenta não meter o pé no chão quando pára num semáforo
-
Líder: biker que compra material para a bike no LÍDER
-
Incentivo: (via SMS) "nunca mais chegas da volta da bicicleta, vou ás compras e levo o teu cartão..." ; "o almoço tá na mesa" ; "ainda tás muito demorado? temos que tar na casa da minha mãe ás 15h"
-
Vegetariano: biker que bebe água daquele camelbak que já tem algas no tubo...
-
Professor Bambo: "é este fim de semana..." "a sério... é este fim de semana que vou andar de bike com vocês..."
-
Discurso politico: "vai ser só descidas.........................."
-
Alhada: "vamos experimentar por este trilho, tem bom aspecto..." ; "deve ser por aqui..."
-
Cãibra: desculpa parva para fazer um intervalo (ainda sobra uma perna para pedalar)
-
"Vem lá chuva": se em Sintra é uma desculpa para já não ir andar e ir às queijadas, se em Monsanto é para ir aos pasteis de Belém, se na Arrabida é para ir às tortas de Azeitão
-
VERDE-CÓDIGO-VERDE: trás... ; plim... ; crack... ; toc-toc-toc; "há aqui qualquer coisa que não tá bem..." ; (já te meteste em despesas!!)
-
Poluição visual: biker a fazer alongamentos vestido de lycra
-
-
(nos cumentários podem deixar mais algumas definições, que eu vou acrescentando aqui, fazendo assim jus à vossa maravilhosa coltura giral)

6 de out de 2008

DIÀRIO DE CUIMBRA...

De entre as nossas fileiras temos um Ciclo-Rato que tem um problema... não vamos identificá-lo... vai ficar anónimo... vamos utilizar o nome de código "XLC".

O "XLC" quando está à rasca para ir à casa de banho pára-lhe o cerebro. ponto final paragrafo!
não consegue fazer mais nada enquanto não resolver o seu problema... quase que nem consegue falar... por exemplo, se diz PÃO... a parte do ÃO cria uma pequena pressão no abdominal que pode ser fatal...

Na nossa ultima bike trip à avalanche da Lousã, o "XLC" enquanto nós andavamos a curtir para cima e para baixo, ele fazia de motorista e dizia que estava um pouco grogue dos copos da noite passada... e não queria descer de bike... humm... cá para mim havia ali qualquer coisa a entalá-lo...

numa das subidas, disse que devíamos ter trazido papel higiénico... estava entalado só que não tinha maneira de se libertar do seu problema... até que houve uma ideal genial:
aquando da entrega do dorsal foi entregue também um jornal do concelho...

dalí até um desvio e paragem no meio da mata foi um ápice... MAYDAY-MAYDAY
puxou pelas páginas centrais, que por acaso eram as dos classificados, e lá vai disto...
(por pouco todos os bikers presentes iam dizendo que este ano foi uma avalanche de mer*#...)

mas não foi fácil... esteve o fim de semana todo a comer pó... depois bebia água... então ele construíu assim algo de reforçado... parecia cimento...
depois de ter utilizado o jornal, mas com outra funcionalidade (é que nós costumamos levar o jornal para a casa de banho para ler com os dois olhos), houve um problema...

quando se levantou podia ler-se qualquer coisa meio apagada, assim do género no RABO dele:
"anuncios de oferta: ...35 anos, grandes àreas... com muita arrumação... grande superficie relvada... vista agradável(!!??)"

"...de 1973 ...450.000 kilometros... revisão feita... mau estado... com folgas e fugas de oleo... pneus 245... 7 donos ...melhor oferta"

"...tamanho soutien: copa F...faço domicilios..." (parece que apanhou uma parte das massagistas também)


Assim mais para baixo... já praticamente na parte da frente podia ler-se:
"vendo... por falta de uso... "

"...báscula avariada,
não levanta... está parado à 3 anos"

"faleceu..." (parece que também apanhou o cantinho da necrologia)